5 razões para optar pela cremação

Com o passar dos anos, a cremação vem deixando de ser um tabu no Brasil. Hoje, o processo é visto com mais naturalidade, além de ser mais prático e econômico para muitas famílias.

Na realidade, esse é um procedimento muito antigo, adotado desde a pré-história, quando os povos antigos queimavam os corpos para evitar a aproximação de animais ferozes. Além disso, gregos e romanos, em 1000 a.C e 750 a.C, cremavam os corpos porque acreditavam que era um destino nobre aos mortos.

Atualmente, apesar de não ser aceita por algumas religiões, a cremação já é considerada mais vantajosa se comparada aos modelos tradicionais de sepultamento. Confira, a seguir, cinco motivos para optar pela cremação.

1. É mais econômico

A cremação custa menos do que muitos imaginam. Para sepultar o corpo, a família tem despesas com a compra de jazigo ou gaveta e taxas de manutenção dos cemitérios. Na cremação, esses custos só existem se a família quiser deixar as cinzas em um jazigo. Mas, geralmente, os familiares espalham as cinzas em algum local escolhido pela pessoa que faleceu.

2. Não agride o meio ambiente

As pessoas que se preocupam com o meio ambiente costumam escolher a cremação, pois o processo não prejudica a natureza. Isso porque as cinzas são compostas, basicamente, de cálcio e potássio e não apresentam risco de contaminação para o solo. Além disso, somente água e gás carbônico são liberados no ar durante o procedimento, o último em quantidades muito pequenas.

A cremação também não gera nenhum tipo de resíduo que possa contaminar o ambiente. Hoje, existem até urnas feitas de materiais que se dissolvem em contato com a água, caso a família queira lançar as cinzas em lugares como rios, lagos ou no mar.

3. É um procedimento seguro

Os crematórios seguem regras e políticas muito rígidas para que não ocorram erros durante a cremação. Saiba que é ilegal realizar mais de um processo por vez, e as câmaras não têm tamanho suficiente para dois corpos.

Por lei, a cremação só pode ser iniciada 24h após o óbito e, enquanto os corpos não são cremados, aguardam em uma geladeira própria a 0°C. Antes de entrar na câmara, um profissional passa um detector de metais no caixão, para verificar se não há um marcapasso no corpo e também retira as partes de metal e vidro do caixão.

Os restos cremados são individualizados em respeito à família. Esse processo de particularização garante que os parentes recebam os restos cremados corretamente.

4. Reduz a superlotação dos cemitérios

Com o envelhecimento da população brasileira, chegará um momento em que o sepultamento em cemitérios será inviável, pois não haverá espaço suficiente. Em alguns lugares, esse já é um problema muito comum. Por isso, muitas pessoas veem a cremação como uma opção mais sensata e viável, já que não causa danos ao meio ambiente. Com a cremação, não há necessidade de enterrar os corpos, o que reduz a lotação nos cemitérios.

5. É mais prático

O procedimento de cremação é mais prático que o enterro e, se assim a família desejar, o funeral também pode ser dispensado, o que diminui as preocupações dos familiares, que estão passando por um momento difícil para tomar tantas decisões burocráticas.

Além disso, as cinzas podem ser guardadas em casa ou espalhadas em locais relacionados à memória do falecido, e não será preciso retirar os restos mortais dos cemitérios após certos períodos, como ocorre nos enterros.

Como vimos, a cremação pode ser uma escolha mais sensata em relação ao sepultamento. Só existem duas restrições: aquele que gostaria de ser cremado deve expressar sua vontade em vida e, em caso de morte violenta, a família precisa de autorização judicial para realizar o procedimento.

Para receber outras dicas sobre o assunto e acompanhar outros artigos em primeira mão, assine nossa newsletter.

Veja mais

FAQ: tire todas as dúvidas sobre velório

Lidar com a perda de um ente querido não é fácil. Mas, mesmo nesse momento de dor e sofrimento, é preciso manter a calma para resolver questões burocráticas, legais e cerimoniais — como o velório. A verdade é que são muitos detalhes, documentos e decisões que precisam ser tomadas em uma hora tão delicada. Os serviços das […]

Entenda o que é e qual a finalidade do santinho de luto

A morte é um fato na vida de todas as pessoas. Quando acontece, deixa sentimentos confusos dentro dos nossos corações devido à ausência do ser querido, restando somente a saudade, as lembranças nas memórias ou em fotos e vídeos. Mesmo assim, as pessoas ainda querem mais. Por isso, como forma de homenagear o falecido, a família manda fazer o santinho de luto […]

Pet memorial: o que fazer após a morte do meu animal de estimação?

Os animais de estimação, gato ou cachorro, são mais que família para seus donos. Alegram as casas, ajudam na cura de doenças emocionais e até mesmo físicas. Não há como negar que o companheirismo e o carinho ofertados por eles são sinceros e de graça. Mas, quando morrem, o que devemos fazer com seus corpos? Existe um pet […]