O que é um plano de assistência funerária e por que ele é importante?

Ainda que seja inevitável para todo mundo, pouca gente se prepara para o momento da morte. Falar sobre ela já é bem difícil, mas, quando alguém da família morre, junto com todo o sofrimento, vem uma quantidade enorme de trâmites burocráticos, que envolvem desde a certidão de óbito até o funeral.

Uma forma de facilitar esse processo doloroso é contratar um plano de assistência funerária. Esse tipo de plano é uma boa opção para toda a família se preparar para o falecimento de uma forma bem mais tranquila. Continue a leitura e entenda como funciona e quais as vantagens de obtê-lo.

O que é o plano de assistência funerária?

É um serviço especializado que fornece todo o apoio necessário quando alguém morre, como questões legais, preparação do corpo e organização do funeral, regulamentado por Lei nº 13.261, de 22 de março de 2016. No geral, a cobertura varia de uma empresa para outra e entre as modalidades de planos.

De modo geral, um plano de assistência funerária normalmente inclui:

  • taxas de cemitérios públicos;
  • traslado do corpo — inclusive de cidades e estados diferentes;
  • confecção e envio de notas de falecimento;
  • urna funerária ou caixão;
  • véu e ornamentação da urna;
  • vestimentas;
  • decoração do velório;
  • local para velório e sepultamento;
  • sepultamento ou cremação;
  • carro funerário;
  • coroa de flores;
  • arranjos florais
  • buffet;
  • cerimonial de honras fúnebres;
  • homenagens póstumas.

E alguns planos ainda incluem a opção da cobertura de cremação para o pet da família.

O valor do pacote de serviços muda de acordo com a quantidade e com o tipo deles. Por exemplo, o valor de um caixão pode variar bastante, dependendo do material e acabamento que é feito. Ou seja, existem planos para atender qualquer perfil de pessoa. Além disso, o valor é parcelado em pequenas cotas mensais até que ocorra o falecimento.

Por que contratar um plano?

A principal vantagem em se contratar um plano de assistência funerária é a tranquilidade em ter alguém para resolver toda a burocracia num momento tão delicado, além de poder celebrar a vida de quem partiu com todas as homenagens merecidas. As empresas possuem expertise e pessoas capacitadas para lidar com essa situação, de modo que tudo seja feito de acordo com as vontades do beneficiário.

Por sinal, também é interessante poder planejar todo o funeral ainda em vida, principalmente quando se tem algum pedido especial. Por exemplo, as pessoas que querem ser cremadas podem deixar seu desejo registrado e a cargo da empresa responsável pelo plano. Mas mesmo quem não tem nenhuma recomendação específica, pode escolher o caixão, as flores, o local do velório e tudo mais que for necessário, segundo o serviço contratado.

Outra grande vantagem é poder pagar pelo funeral bem antes, em parcelas suaves. A verdade é que um plano funerário custa muito pouco, cerca de 30 a 90 reais por mês, para toda a família, conforme a modalidade dos serviços contratados. Quando a pessoa morre, ela não deixa nenhuma despesa para os familiares, que não precisa se preocupar com nada disso no momento da perda.

Qual a diferença entre auxílio e assistência funeral?

Nos dois casos, é possível escolher entre o plano individual ou familiar, em que se pode incluir dependentes, além das próprias modalidades de cobertura de cada empresa. No entanto, são serviços diferentes em relação ao tipo de contrato.

O auxílio funeral é normalmente oferecido por seguradoras, e funciona como um reembolso, em que a família ou o contratante escolhe os fornecedores dos serviços, como floricultura, funerária, entre outros, efetua o pagamento para ser reembolsado em até 60 dias. A empresa responsável paga por todas essas despesas, de acordo com o valor referido na cota.

Já no plano de assistência funerária, todo o serviço poderá ser prestado imediatamente pela empresa previamente escolhida e de sua confiança, sem que você se preocupe com altos custos imediatos. Tudo é planejado e definido com antecedência, de modo que a empresa irá cuidar de todos os detalhes, cumprido o que foi acordado em contrato. Ela tem a missão de supervisionar o trabalho e garantir que tudo tenha a qualidade esperada.

Quais as exclusões do auxílio funeral?

Em algumas situações, não é possível contar com o serviço de auxílio funeral, por exclusão do plano. Isso acontece principalmente nos casos de seguros de vida em que o funeral está coberto na indenização, quando há exclusão por conta de riscos específicos. Eles variam de uma empresa ou modalidade para outra, mas costumam envolver:

  • contato com materiais nucleares;
  • lesões por esforço repetitivo (LER) ou trauma continuado (LTC);
  • doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho (DORT);
  • atos de guerra ou rebeliões;
  • doenças preexistentes que não tenham sido comunicadas;
  • qualquer ação consciente para obter vantagem para si ou para outros.

Além disso, os seguros geralmente cobrem suicídio apenas depois de um período de carência de 24 meses. Algumas profissões são consideradas de risco e, por isso, podem não ser cobertas ou aumentar o valor da cota. É o caso de:

  • motoboys e motociclistas;
  • aposentados por invalidez;
  • motoristas de transporte de carga;
  • agente penitenciário;
  • garimpeiro;
  • mergulhador;
  • trabalhadores embarcados;
  • piloto automobilístico;
  • pintores de parede, eletricistas ou outros trabalhadores sem equipamentos de proteção individual.

Quais as exclusões do plano de assistência funerária?

Diferente do auxílio funeral, na contratação de um plano de assistência funerária não há exclusão, na maior parte das empresas que comercializam o plano.

O que normalmente é diferenciado é alteração no valor da mensalidade para a inclusão de dependentes especiais com idade acima de 65 anos.

O que fazer quando ocorre o óbito?

Logo quando contratar um plano funerário, é fundamental comunicar um ou mais familiares. Assim, eles poderão procurar a empresa quando acontecer o óbito. O contato deve ser feito imediatamente, pois a empresa cuidará de toda a documentação necessária para a liberação do corpo e todos os trâmites que se seguem.

Para isso, a família precisa conferir o contrato e verificar todos os serviços oferecidos para confirmar se mesmo os menores detalhes serão atendidos. No entanto, dependendo da circunstância do óbito, pode ser necessário que alguém participe do processo, como no caso de morte violenta, em que se deve reconhecer o corpo no IML — Instituto Médico Legal.

Mas isso é feito com o acompanhamento de pessoas preparadas para lidar com situações de perda e com a sensibilidade para tratar do assunto. Depois, todos os detalhes são cuidados pela empresa do plano de assistência funerária, de forma discreta e sem provocar incômodos para a família.

Antes de contratar um plano de assistência funerária, é essencial investigar a empresa, verificar toda a documentação e avaliar o contrato, se está de acordo com a Lei. Leia com atenção todas as cláusulas e converse bastante com o corretor. Esse deve ser um serviço para oferecer mais tranquilidade num momento de perda, e não algo que apenas traga dor de cabeça para os outros.

Agora que você já sabe o que é um plano de assistência funerária e suas vantagens, entre em contato conosco para esclarecer suas dúvidas e conhecer nossos serviços.

Veja mais

Entenda agora o real significado da missa de sétimo dia

Com certeza, você ou alguém conhecido já foi na missa de sétimo dia de um falecido. Uma tradição de religião ou um costume de povos, é um evento que finaliza os rituais de pós-morte. Porém, poucas pessoas sabem realmente o seu significado. Por isso, já parou para pensar como e por que surgiu esta liturgia? Quais países seguem […]

Entenda agora a importância do orçamento familiar e como pode ser feito

Fazer previsões, estabelecer metas e manter a organização são as melhores estratégias para se alcançar qualquer objetivo. Tais cuidados também valem quando se trata de economizar dinheiro e fazê-lo render mais — por isso o orçamento familiar é tão importante. Trata-se de um planejamento que inclui as receitas e despesas de uma família. Assim, é possível saber para onde vai o dinheiro e […]

Saiba como o atendimento da Metropax é fundamental para momentos de luto

Quando uma pessoa da família ou um grande amigo falece, o momento é bastante complicado e desgastante. Várias questões devem ser providenciadas, como documentação, velório, sepultamento ou cremação. Nesse contexto, sair fazendo orçamentos em funerárias só atrasa o processo e causa mais desconforto. Por isso, o atendimento da Metropax tem conquistado seus clientes pela excelência e pelo […]