Entenda o que é e qual a finalidade do santinho de luto

A morte é um fato na vida de todas as pessoas. Quando acontece, deixa sentimentos confusos dentro dos nossos corações devido à ausência do ser querido, restando somente a saudade, as lembranças nas memórias ou em fotos e vídeos. Mesmo assim, as pessoas ainda querem mais.

Por isso, como forma de homenagear o falecido, a família manda fazer o santinho de luto para ser entregue no velório, missa de sétimo dia ou em outros momentos. As lembranças são tradicionais e podem ser desenvolvidas de maneira personalizada com fotografias, mensagens de falecimento e tamanhos variados. Saiba mais sobre o santinho de luto para usá-lo quando precisar.

O que é o santinho de luto?

Conhecido como santinho de luto, santinho de falecimento ou lembrança de luto, são pequenos folhetos impressos em gráficas com a foto do falecido e uma mensagem da família homenageando-o. Geralmente, os santinhos são entregues nos velórios ou nas missas de sétimo dia para relembrar a sua partida.

No passado, eles eram apresentados de maneira bem fúnebre e triste, mas os tempos mudaram. Atualmente, as lembranças levam mais leveza em suas mensagens, até mesmo bem criativas, e um colorido para mostrar o quanto a pessoa que partiu era alegre.

O design do folheto pode vir com lugares que a pessoa gostava, algum desenho ou profissão, recordando que ela teve uma vida feliz. Assim, sua família e amigos ficam mais confortados com a sua partida.

Qual a finalidade da lembrança de luto?

Pode parecer um pouco mórbido, mas os santinhos auxiliam os parentes e amigos a lidarem com o luto e a despedida do falecido, como se houvesse a comprovação de sua morte. Além disso, é uma maneira de se despedir adequadamente, agradecendo pelos bons momentos que as pessoas passaram junto ao finado, não apenas sepultando e acabou. Para quem fica, permite compreender melhor seus sentimentos e a importância desse momento simbólico para lidar com o luto.

A apresentação da lembrança deve estar relacionada com a personalidade de quem morreu, suas preferências e gostos para realmente ser uma memória inesquecível para que a dor seja amenizada. A parte escrita pode ser feita pelos familiares, com trechos de músicas, frases que eram repetidas pela pessoa, poemas ou o que melhor a identifica.

Como fazer um santinho?

Um profissional de design pode desenvolver a arte do santinho de luto, conforme seu desejo. Geralmente, as gráficas fazem esse trabalho.

Utilize uma foto adequada da pessoa

Procure uma fotografia que o falecido esteja bonito e feliz, pois a alegria traz tranquilidade para os corações e a certeza que ele foi em paz.

Adicione frases reflexivas ou mensagens de familiares

Se tiver alguém na família que saiba traduzir os sentimentos do momento, peça para que ela escreva a mensagem. Ou então busque por frases que traduzam a dor da perda, como nos exemplos a seguir:

  • “O que é belo não morre: transforma-se em outra beleza” (autor desconhecido);
  • “Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra. Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, e não nos deixa só, porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso” (Charles Chaplin);
  • “O chamado da morte é um chamado de amor. A morte pode ser doce se respondemos positivamente a ela, se a aceitamos como uma das grandes formas eternas da vida e da transformação” (Hermann Hesse).

Personalize a lembrança com as características do falecido

O santinho de falecimento não precisa ser necessariamente aquele tradicional no tamanho 7 cm x 9 cm. Você pode inovar no modelo como marcador de livro, tamanho postal, minibanner, um adesivo, um cartão com lenço, até mesmo o santinho virtual para guardar no celular.

Imprima em um material adequado

Se a lembrança for física, poderá imprimir em papel couchê, Kraft, fotográfico e em PVC como se fosse de cartão de crédito.

Como fazer outros tipos de homenagens?

Cada pessoa consegue traduzir seus sentimentos de formas diferentes, assim não ache estranho que sua consagração não seja igual aos demais.

Homenageie com som

Você pode contratar uma banda para tocar as músicas que o falecido mais gostava e outras escolhidas pelos familiares. As canções suavizam o ambiente e trazem conforto às pessoas, tornando o momento marcante, mas pelo lado positivo da situação.

Faça um discurso

Veja quem está mais preparado emocionalmente e peça para fazer um discurso sobre o que a pessoa falecida foi para as pessoas presentes, suas caraterísticas e exemplos de vida. Relembre momentos marcantes e felizes.

Jogue chuva de pétalas

Promova uma chuva de pétalas no velório ou no enterro. É uma homenagem simbólica que significa sensibilidade e respeito. Será um instante de emoção para todos os presentes.

Deixe e-homenagem

Cemitérios, crematórios e funerárias que já se encontram com serviços digitais têm uma plataforma online em que as pessoas podem deixar mensagens e expressar seus sentimentos ao falecido e à família.

Solte balões

Você pode dar um balão personalizado com foto do falecido ou uma frase para cada pessoa que está no funeral. Elas soltarão na hora que o falecido estiver sendo enterrado. Uma simbologia que a pessoa está subindo ao céu.

Cada pessoa busca sua maneira de fazer homenagens para que se sinta melhor diante do acontecido e possa aliviar sua dor. Assim, existem aquelas bem inusitadas como:

  • fazer uma tatuagem de um símbolo ou frase que marcaram vocês;
  • cuidar constantemente da sepultura do falecido;
  • realizar algo que a pessoa não conseguiu em vida;
  • promover um evento que esteja relacionado ao seu estilo de vida;
  • montar um altar em casa com seus objetos pessoais.

A morte de alguém que amamos é um momento conturbado, mas é possível fazer homenagens bacanas para que a dor seja transformada. O santinho de luto é um deles dentre tantos outros exemplos que foram dados neste artigo. Não guarde a admiração que tem pelo falecido para você, exteriorize-o. Essa é mais uma maneira de lidar com luto.

Gostou do artigo? Saiba mais sobre como lidar com o falecimento de pessoas queridas, quais os trâmites após a morte para o velório e sepultamento, entre outros assuntos. Siga-nos no LinkedInFacebook e Twitter.

Veja mais

Acolhimento psicológico no luto: a importância de ressignificar sentimentos

A perda de um ente querido ou amigo muito próximo pode causar não só dores emocionais, mas também físicas, conforme identificado por um estudo da Universidade da Califórnia (UCLA), em Los Angeles. Diante disso, o acolhimento psicológico no luto se faz necessário, pois é um tratamento importante para que esse momento não o impeça de viver e […]

FAQ: tire todas as dúvidas sobre velório

Lidar com a perda de um ente querido não é fácil. Mas, mesmo nesse momento de dor e sofrimento, é preciso manter a calma para resolver questões burocráticas, legais e cerimoniais — como o velório. A verdade é que são muitos detalhes, documentos e decisões que precisam ser tomadas em uma hora tão delicada. Os serviços das […]

Pet memorial: o que fazer após a morte do meu animal de estimação?

Os animais de estimação, gato ou cachorro, são mais que família para seus donos. Alegram as casas, ajudam na cura de doenças emocionais e até mesmo físicas. Não há como negar que o companheirismo e o carinho ofertados por eles são sinceros e de graça. Mas, quando morrem, o que devemos fazer com seus corpos? Existe um pet […]