5 doenças crônicas que precisam de atenção!

4 minutos para ler

A cada ano, 41 milhões de pessoas morrem vítimas de doenças crônicas não transmissíveis, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). É um número alarmante que nos ajuda a perceber a importância não só de adotar um estilo de vida saudável, como também de prestar atenção aos sinais do corpo, a fim de identificar possíveis problemas ainda em estágios iniciais.

Neste artigo, vamos apresentar os sintomas, as causas e os tratamentos de 5 doenças crônicas. Se você se preocupa com a sua saúde e a de seus familiares, não deixe de ler!

1. Hipertensão arterial

Popularmente conhecida como pressão alta, a hipertensão arterial é um dos males crônicos mais recorrentes em todo o mundo. Pode ser causada por diversos fatores, e uma das suas principais complicações são as doenças cardiovasculares.

De acordo com os especialistas, ela também pode ser de origem primária ou secundária. No primeiro caso, está mais ligada aos fatores genéticos. Enquanto na secundária, o problema pode ser relacionado ao mau funcionamento de outros órgãos.

Em algumas pessoas, a hipertensão arterial não apresenta sintomas severos. Por esse motivo, ela é considerada uma doença silenciosa. Contudo, há pacientes que desenvolvem sintomas como tontura, dor de cabeça e sensação de coração acelerado.

O tratamento é realizado com o uso de medicamentos específicos, dieta alimentar e atividades físicas sob supervisão médica.

2. Alzheimer

Além de crônica, a doença de Alzheimer também é degenerativa. Aos poucos, os indivíduos acometidos pela patologia podem desenvolver sintomas como esquecimento e a perda de algumas funções cerebrais.

Geralmente, ele é comum em pessoas mais velhas, mas há casos em outras faixas etárias.

Seu tratamento é feito a partir de um acompanhamento de diversos profissionais de saúde, bem como por meio de remédios que ajudam a melhorar o comportamento dos doentes.

3. Diabetes Mellitus

A diabetes é caracterizada pela alta taxa de açúcar no sangue. Isso é ocasionado devido algum problema na absorção da insulina — um hormônio produzido pelo pâncreas e que auxilia no controle da glicose.

Vale destacar que existem dois tipos: a tipo I, que é mais frequente na infância e na adolescência; e a tipo 2, que aparece depois dos 40 anos.

Assim como a hipertensão arterial, inicialmente, ela poderá ser assintomática. Porém, se não tratada, pode provocar complicações graves aos doentes. Os cuidados são feitos com uso de medicações e por uma dieta rigorosa.

4. Doenças crônicas respiratórias

Entre as principais doenças crônicas respiratórias estão a asma e a bronquite. Ambas afetam as vias aéreas inferiores e são muito comuns nas crianças e nos idosos.

A asma pode ser causada por uma reação aos agentes externos, mas também por fatores genéticos. Já a bronquite consiste numa inflamação dos brônquios provocada tanto por vírus quanto por bactérias.

O tratamento desses males pode ser feito com o uso de medicamentos e também com fisioterapia ou prática de atividades físicas, que ajudam a melhorar a capacidade pulmonar e o condicionamento físico.

5. Câncer

Certamente, o câncer é a mais grave de todas as doenças que já citamos. Ele pode atingir diversas partes do nosso corpo e, dependendo do seu desenvolvimento, ser maligno ou benigno.

São inúmeros fatores que favorecem o surgimento da doença e, normalmente, ela é caracterizada pelo crescimento descontrolado de células que apresentam alguma mutação genética e prejudicam o bom funcionamento dos órgãos ou tecidos.

Na maioria dos casos, o câncer é tratado por meio da quimioterapia, mas existem recursos alternativos, como a radioterapia.

Agora que já conhece algumas das doenças crônicas que precisam ser acompanhadas com atenção, que tal começar a cuidar mais de você e dos seus familiares? Demonstrar essa preocupação em garantir mais saúde, bem-estar e qualidade de vida é, também, um ato de amor.

Se você gostou deste conteúdo, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro do assunto!

Posts relacionados

Deixe um comentário