Descubra a importância da doação de sangue Descubra a importância da doação de sangue

Saiba mais sobre o Junho Vermelho e qual a importância de doar sangue!

6 minutos para ler

Você não sabe o que o Junho Vermelho significa? Esse é o mês no qual os brasileiros se conscientizam sobre a importância de doar sangue para outras pessoas. Essa ação ocorre todo ano e tem ganhado mais adeptos a cada edição. Assim, entidades e imprensa levam informações sobre o assunto às pessoas interessadas em colaborar com a doação.

Isso só possível porque a Organização Mundial de Saúde (OMS) instituiu a data 14 de junho como sendo o Dia Mundial do Doador de Sangue. Nesse dia, em 1868, nasceu o imunologista austríaco Karl Landsteiner, que descobriu os tipos sanguíneos.

Continue a leitura e veja o quanto é importante esse ato de amor ao próximo. Vamos lá?

Qual é a principal pauta do Junho Vermelho?

O objetivo do Junho Vermelho é conscientizar a população acerca da relevância da doação de sangue para salvar vidas. O mês em questão foi escolhido devido às baixas temperaturas que diminuem pela metade o número de colaboradores nos hemocentros aqui do Brasil.

Para ter um bom estoque nesses centros, pelo menos, 3% dos brasileiros saudáveis deveriam doar sangue, o que infelizmente não acontece. Segundo dados do Ministério da Saúde, a porcentagem fica em torno de 1,6%, ou seja, a cada mil habitantes somente 16 são doadores. Desse modo, a campanha se faz presente para aumentar esse número e incentivar a população a contribuir.

Como surgiu o Junho Vermelho?

Além da OMS ter marcado o meio do ano para lembrar da doação de sangue, os hematologistas, bancos de sangue e hemocentros conversaram e consideraram essencial criar o Junho Vermelho. Visto que nesse período, com a chegada do inverno, aumentam as infecções respiratórias, há férias escolares e mais acidentes nas estradas, havendo uma maior necessidade de sangue. Entretanto, o que acontece é uma queda de até 30% nas doações.

Por esses motivos, as entidades e profissionais da saúde iluminam de LED, em tons de vermelho, os prédios, monumentos históricos, empresas, hospitais e instituições, para estabelecerem uma comunicação rápida com os brasileiros. Como as lâmpadas são de baixo custo tanto a iniciativa privada quanto o poder público se engajam na campanha e na causa. Todavia, é necessário fazer uma divulgação mais próxima das pessoas, pois, nem sempre elas relacionam a cor com a campanha.

Quais são as principais ações realizadas?

Você já deve ter visto movimentos de conscientização sobre saúde, como o Outubro Rosa para o câncer de mama e o Novembro Azul direcionado ao câncer de próstata. O mesmo ocorre com o Junho Vermelho. Logo, é imprescindível que todos participem dessa ação.

Sendo assim, é realizada a campanha nas redes sociais, aplicativos de mensagens, eventos relacionados ao tema, anúncios em jornais, revistas e televisão. Como também são feitas palestras em empresas, centros comunitários e outros locais para explicar o procedimento, quem pode doar e onde ir. Tudo isso é para esclarecer que as bolsas de sangue vão para pacientes que estão doentes, internados, fazendo tratamento de anemia, que sofreram acidentes etc.

Um exemplo de engajamento são as organizações escolherem um dia do mês ou na semana para que todos os funcionários se vistam de vermelho. Com a finalidade de ressaltarem a necessidade de ter mais doadores. Também, podem unir um grupo e irem ao hemocentro realizarem a doação.

Vale informar que quando um profissional doa sangue ele não perde o dia de trabalho, esse direito é garantido na legislação trabalhista. Apenas terá que apresentar o atestado fornecido pelo hemocentro.

Qual a importância de doar sangue?

Tem vontade de ser um doador de sangue, mas falta coragem e conhecimento. Então, fique tranquilo que aqui você entenderá seu fundamental valor.

Faz bem para o próprio doador

O ato é benéfico tanto para quem doa quanto para quem recebe. Já que é uma atitude de solidariedade que provoca um bem-estar psicológico, sensação de altruísmo e positividade na pessoa que pratica a ação.

Salva até quatro vidas em uma única doação

Depois de coletar o sangue, a bolsa é fracionada por componentes sanguíneos, como hemácias, plaquetas e plasmas. Esses são examinados para verificar se não há nenhuma doença contagiosa. Caso exista uma reação sorológica, ela é descartada. Assim, eles são liberados para serem usados em até quatro pacientes.

Realiza um mini-checkup gratuito

Só está apto a doar sangue quem estiver saudável. Por isso, são feitos diversos exames para comprovar isso. Todavia, antes dessa análise, são verificadas anomalias em sua pressão arterial e nível de hemoglobina. Depois, é coletada uma amostra do seu sangue para avaliar se não tem AIDS, sífilis, doença de chagas, hepatite B e C e vírus HTLV. Ainda, se você não sabe seu tipo sanguíneo é uma boa oportunidade para conhecer.

Reduz o risco de doença cardíaca e de câncer

Outro benefício é que, com a doação, há uma diminuição na viscosidade e quantidade de ferro no seu sangue. O que é favorável, visto que ferro em excesso causa estresse oxidativo. Além disso, quem doa uma vez por ano tem menos chance de ter ataques cardíacos, principalmente, os homens.

Já que as mulheres menstruam todo mês, elas podem ter deficiência de ferritina, o que não é recomendado para fazer uma doação. No entanto, aquelas que não perdem sangue mensalmente conseguem manter um controle dessa proteína. Logo, está apta a colaborar, porém, independentemente da situação, converse com seu médico.

Mais uma vantagem da doação regular é quanto à redução do nível de radicais livres que previne variados tipos de câncer, como de fígado, pulmão, cólon e garganta. Diante disso, participe ativamente dessa atitude em prol da vida.

Agora, que você sabe qual a importância de doar sangue, se tiver entre 16 e 69 anos, pesando acima de 50Kg, sem febre, gripe, resfriado, diarreia, gravidez ou pós-parto recente, procure os pontos de doação mais perto de sua casa. Verifique quais as exigências e se suas condições permitem a contribuição praticar esse ato de solidariedade. Com certeza, há muitas vidas esperando por sua ação.

Diante disso, participe também da campanha Junho Vermelho, compartilhe este artigo em suas redes sociais para que outros corações continuem batendo.

Posts relacionados

Deixe um comentário